Minhabarradespaçotambémquebrou

Do momento em que fui conviado para fazer parte do coletivo criativo desse distinto blog até a minha estreia tive bastante tempo pra pensar qual seria minha a postagem inaugural. Poderia falar sobre a campanha fodástica do Greenpeace contra a política da Wolksvagem de fazer loby para que a União Europeia reveja as limitações impostas às quantidades de CO2 lançadas na Atmosfera (galera…, juntou nerdisse com ativismo eu fico mais feliz do que “pinto no lixo”!).

Podia falar talvez da paródia mais bacana que encontrei da Banda Mais Bonita da Cidade que vi no youtube, mas metade dos visitantes iria pedir a minha cabeça logo no primeiro dia. Eu mesmo iria entrar nos comentários e pedir.

Então me ocorreu o fato de que eu e o Fernando 3D fazemos parte de um coletivo de cinema, e estamos rodando um documentário sobre as relações entre o Estado e os Movimentos Sociais que, do final do ultimo ano pra cá, começaram a ganhar mais espaço nas mídias locais com mais frequência. São 8 meses investigando as origens, as dificuldades, as reivindicações e é claro, os bastidores da política no Brasil e, o saldo final é… Bom…

Alguns dias atrás um site de humor dos mais populares da web divulgou um vídeo do youtube.

Na própria sua descrição, o texto dá o tom do vídeo, descontextualizado para semear a fama de “antipática” da Senadora Marta Suplicy. Os comentários dos visitantes enalteciam o então senador Flexa Ribeiro como o herói que se opunha bravamente à ditadura do PT… (apesar de que, no próprio vídeo o ilustre Senador reconhece que teve seu tempo regimentar dobrado.) certo.

Site do Transparência Brasil:

Flexa Ribeiro foi PRESO em 2005 pela Operação Pororoca da Polícia Federal, que investigou fraudes em licitações no Pará, Amapá e Minas Gerais. Sua empresa a Engeplan, é acusada de se utilizar de fraude para quitação de dívida junto ao INSS. O esquema foi descoberto pela Operação Caronte da Polícia Federal. Também foi Investigado pela CPI do Banestado por suposta remessa ilegal de dólares para o exterior e Processado por irregularidades em contrato de R$ 20 milhões entre sua construtora e o governo do Pará.

Postei esse comentário no youtube e algumas horas depois, os comentários foram providencialmente desativados pela conta que postou o vídeo: senadorflexa.

No mesmo vídeo há um link conclamando os eleitores a testemunhar a bravura de um outro Senador, Mário Couto, co-partidário do Senador Flexa, em sua luta quixotesca contra a opressão da chata da Marta. Um paladino da justiça, um defensor do povo…

Merecia um Oscar, né? Só senti falta da trilha do Johm Williams.

Transparência Brasil:

O herói Mário Couto, também do Pará, carrega nas costas uma Ação Civil Pública pelo desvio de mais de R$ 6 milhões dos cofres públicos de seu estado através de empresas de fachada. Entre elas, uma fábrica que vende farinha de tapioca, responsável por contratos na ordem de R$ 2 milhões. E pensar que eu quase chorei no discurso dele.

O meu saldo final? Eu não “fico com a pureza da respostas das crianças”, eu fico com a acidez e o sarcasmo do cartunista André Dahmer:


Pronto. Falei.

#ProntoFalei

Anúncios

Um comentário sobre “Minhabarradespaçotambémquebrou

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s